Projeto da UERGS tem marca e site desenvolvidos por alunos da FAE

lancamento-site-uergs-19Centenas de imagens, documentos históricos e depoimentos orais que ajudam a contar a história e preservar as memórias de Erechim e do Alto Uruguai. Todo este material, coletado por integrantes do projeto “História Ambiental e Memória: um espaço de preservação e resgate social”, coordenado pela professora Drª Thais Janaina Wenczenovicz da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), agora pode ser acessado por interessados, de qualquer lugar do mundo.
Por mais de três anos, os pesquisadores coletaram materiais para a construção do acervo, que se transformou em digital graças ao trabalho dos acadêmicos Marilia Mees Jacuniak e Matheus Willian da Silva, do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade Anglicana de Erechim (FAE). Através do Núcleo de Práticas Profissionais do curso, sob a orientação do professor Éderson Szlachta, os acadêmicos desenvolveram o site www.uergs.cf.lancamento-site-uergs-18-1
“No começo, passamos um bom tempo estudando a plataforma apresentada pelo professor Éderson. Só depois é que ‘colocamos a mão na massa’, quando fizemos nosso primeiro protótipo, o subimos para o servidor e o apresentamos para a UERGS. Foi preciso mudar o layout do site, pois teria de ser algo que ficasse bonito e usual em tablets e em celulares também. Depois, ensinamos o pessoal da UERGS a postar os conteúdos no site e ainda passamos várias noites mudando pequenos detalhes, até que o site ficasse agradável e usual. Na quinta-feira passada, apresentamos nosso projeto, com muito orgulho e tendo a certeza de um trabalho bem feito”, conta Marilia.
lancamento-site-uergs-14O projeto História Ambiental & Memória teve a marca e o layout do site elaborados pelo acadêmico do curso de Design da FAE, Tiago Cezne, com a orientação da professora Suzana Funk, também através do Núcleo de Práticas Profissionais da FAE. Tiago desenvolveu a marca inspirado no traçado de Erechim, aplicando o estilo art déco e utilizando as cores verde e marrom, como referências a natureza e a história. “Este é um momento de agradecer a todos que de uma forma ou de outra estiveram compartilhando experiências e conhecimento, a integração entre as instituições e os cursos tornou possível a realização do projeto. Além de estar contribuindo com a sociedade para a preservação das memórias ambientais e das memórias de nossos antepassados, tive a experiência do trabalho em equipe de diferentes áreas de atuação e também pude fazer novas amizades. Como futuro designer, sinto orgulho em ter desenvolvido a marca e a identidade visual do projeto, com certeza essa é uma experiência que levarei para toda a vida”, destaca o acadêmico. “A apresentação de meu colega e amigo Tiago foi simplesmente encantadora. Poder ver a evolução que tivemos ao longo destes quatro anos de curso, mostra o quão importante é a participação em projetos como este para que possamos aplicar o que aprendemos em sala de aula”, complementa a estudante Daiane Gasser.
lancamento-site-uergs-9Na noite da última quinta-feira (22), a marca e o site do projeto foram apresentados oficialmente no salão de atos da FAE. Autoridades, professores e acadêmicos prestigiaram o evento, cuja mesa de honra foi composta pelo Reverendo e professor Me Rodrigo Espiúca dos Anjos Siqueira (representando a FAE), professora Drª Thais Wenczenovicz (coordenadora do projeto História Ambiental & Memória), professora Drª Sônia Balvedi Zakrzevski (professora do Departamento de Ciências Biológicas da URI e palestrante da noite) e pelo professor Dr Roberto Serena Fontaneli (UERGS).
Em sua fala, o Reverendo e professor Rodrigo enfatizou a importância da parceria entre a FAE e a UERGS. “Este é um projeto de grande importância e relevância, pois reúne conhecimento acadêmico e prático, e beneficia a comunidade. Que outros projetos possam surgir, ajudando a fazer do mundo um lugar melhor”, disse.
“Hoje é uma noite de festa e alegria, pois estamos oferecendo este produto científico que foi elaborado por tantas mãos”, destacou a coordenadora do projeto História Ambiental & Memória. Em seu pronunciamento, a professora Taís também agradeceu a todos os envolvidos e falou sobre como o projeto foi desenvolvido. “As imagens históricas foram coletadas nos mais diversos locais, consultamos até mesmo o acervo do 13º BPM, onde encontramos mais de 570 fotos”, relatou. Após o discurso da coordenadora do projeto, o acadêmico da UERGS, Ismael Pereira, trouxe dados sobre o projeto, que garante o acesso rápido às fontes primárias, secundárias e terciárias.
Após os pronunciamentos, a professora Drª Sônia Balvedi Zakrzevski discorreu sobre as diferentes formas como a sociedade enxerga o meio ambiente, na palestra intitulada “Percepções sobre o ambiente: múltiplos olhares”. “Quando falamos em meio ambiente, podemos defini-lo como natureza, recurso, problema, sistema, meio de vida ou biosfera. O importante é ampliarmos a nossa visão sobre o meio ambiente e reconhecermos que ele é a nossa única casa, por isso, precisamos ser mais solidários e responsáveis em nossas atitudes”, destacou. Para a doutora em Ecologia e Recursos Naturais, o projeto História Ambiental & Memória contribui de forma importante para a visão global do meio ambiente. “É um projeto que ajuda a fortalecer o respeito ambiental na construção de um mundo que valorize a diversidade biológica e a diferença cultural”, afirmou.

Texto: Aline Vogt Ongaratto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *