Turma de Pós-Graduação em Docência na Educação Infantil desenvolve situações de aprendizagem

Pós Ed Infantil (1)Reconhecida como a primeira etapa da Educação Básica, a Educação Infantil constitui um segmento importante do sistema educacional. Compreendendo a criança como coautora do fazer pedagógico, a disciplina de “Propostas Pedagógicas, Planejamento e Projeto Político Pedagógico” do curso de Pós-Graduação em Docência na Educação Infantil da FAE, ministrada pela professora Flávia Dalla Costa, propôs que as acadêmicas, em grupos, criassem situações de aprendizagens para realizar com a Educação Infantil e socializassem com a turma. As apresentações foram realizadas na manhã do último sábado (6).
“A proposta pedagógica das escolas precisa compreender que a criança é sujeito de sua aprendizagem, que na sua relação com o outro, é capaz de mudar o mundo. As situações de aprendizagens precisam partir  de um olhar diferenciado sobre a criança e sobre a  maneira de ensinar buscando incluí-la ao máximo no processo. É preciso considerar as crianças atores sociais plenos”, explica a professora.
De acordo com a professora, é fundamental repensar o fazer na Educação Infantil, buscando nesse contexto uma aprendizagem mais significativa, construída a partir dos conhecimentos prévios da criança, respeitando as suas fases maturacionais, como um ser que se relaciona consigo, com os outros e com a natureza. Sendo assim, é mister que esse momento seja o melhor possível, pois terá repercussões no futuro. “A Educação Infantil em todas escolas precisa ter como meta, contemplar a criança em sua totalidade, favorecendo a construção do seu conhecimento, respeitando às suas diferenças e às suas particularidades, cumprindo assim, duas funções indissociáveis a esta etapa: a do cuidar e do educar, propiciando assim o desenvolvimento da criança em seus aspectos, físico, psicológico, cognitivo, cultural e social”, complementa.
A educadora ressalta ainda que uma escola de Educação Infantil é bem-sucedida quando tem uma proposta pedagógica construída coletivamente e concretizada num bom planejamento. “A proposta pedagógica é a identidade da escola: estabelece as diretrizes básicas e a linha de ensino e de atuação na comunidade. Ela formaliza um compromisso assumido pela comunidade escolar em torno do mesmo projeto educacional. O planejamento é o plano de ação que, em um determinado período, vai levar a escola a atingir suas metas. Do planejamento, depois, sairão os planos de aula, adaptados ao cotidiano em classe”, justifica.
Um dos desafios para chegar a uma boa elaboração da proposta pedagógica, segundo a professora, é manter a coerência entre a teoria e a prática. “Para planejar, é importante cada professor escutar suas crianças valorizar o que já conhecem. Com base nas respostas, ele propõe situações de aprendizagens que façam sentido para os estudantes daquela comunidade escolar. Não podemos esquecer que o amor é indiscutivelmente o melhor recurso pedagógico. Parafraseando São Marcelino Champagnat. Para bem educar uma criança é preciso antes de tudo amá-la”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *