Barão vibra com mais uma aprovação em Medicina

Paula medicina“Sempre escolhi a Medicina assim como a Medicina me escolheu”, a resposta de Paula Szymanski, ex-aluna do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB) deixa clara que a decisão por cursar Medicina é antiga. A alegria da notícia da aprovação é tão grande que, depois da notícia, a futura médica atualizou até mesmo o nome no Facebook, que agora começa com “caloura”. “Desde pequena falava que ia ser médica e esse sonho permanece até hoje e perdurará eternamente, assim como o desejo de ser uma boa médica e uma ótima profissional”, salienta Paula.
A estudante conta que a preparação para a aprovação foi árdua, envolvendo uma série de renúncias a programas nos finais de semana e feriados, com a família e amigos. “Quem quer passar tem que estar preparado emocional e fisicamente para enfrentar uma maratona de estudos de mais de 12 horas por dia (como era o meu caso), ler muito, assistir vídeo aulas, revisar, assistir notícias, ler jornais e pesquisar dúvidas”, conta a caloura, aprovada recentemente nos vestibulares da UNESC e IMED.
Paula cursou todo o Ensino Fundamental no Colégio Cristo Rei em Barão de Cotegipe, na época administrado pelo IABRB. Já o Ensino Médio foi concluído em 2015, no Instituto Anglicano Barão do Rio Branco em Erechim. “A escola foi fundamental, pois é dela que provém o conhecimento, o aprendizado e o desafio de sempre aprender mais e mais. Ademais, tive um Ensino Médio de alto nível, com professores qualificados e empenhados em ensinar; e o auxílio do cursinho foi essencial para chegar ao tão almejado sonho. Sou uma prova viva do quanto uma vida de medibulando não é fácil, mas garanto: cada momento é recompensado, afinal a carreira escolhida é gratificante demais”, complementa.
Além da escola, a egressa também destaca o importante papel que a família e os amigos desempenharam ao longo de sua caminhada, “os amigos tiveram um papel incentivador e do famoso ‘ombro amigo’. E a família foi meu alicerce: aqueles que estavam ali quando eu vibrava com uma vitória e eles vibravam comigo; eles também estavam lá quando eu me desesperava, não me deixando desistir”.
A notícia da primeira aprovação em Medicina foi recebida no cursinho, no último dia de aula do primeiro semestre, “não há palavras para descrever o momento em que te anunciam como aprovada em um vestibular de Medicina. A minha emoção, e da minha família, afloraram e deixaram todos nós com sorrisos largos e lágrimas de felicidade no canto do olho! É uma nova vida que começa!”, comemora Paula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *