Relato de intercambistas de Gana encerra projeto de História no 5º ano

Atividade história 5º ano (13)Após o estudo sobre os imigrantes europeus, no projeto “Raízes do Brasil”, há algumas semanas a turma do 5º ano do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB) vinha fazendo pesquisas, elaborando trabalhos e discutindo sobre a importância dos africanos para a constituição do Brasil da atualidade. Na aula de História da última quarta-feira (2), os alunos conheceram mais a fundo uma triste página da história brasileira: com o estudo concentrado na escravidão negra no Brasil dos séculos XVII, XVIII e XIX. “Por outro lado, agregamos na cultura brasileira diversos hábitos, costumes e culturas desses ricos povos do continente africano que por muito tempo viveram no Brasil”, explica a professora Kelly Casagrande.
Para conhecer um pouco mais sobre a história e a cultura de uma parte desse maravilhoso continente, a professora convidou os intercambistas naturais de Gana, Alfred Nii Ayitey Mensah e Laud Augustus Nii Addo Mingle, para relatarem a vivência e os costumes de seu país de origem. “A contribuição dos meninos foi além do esperado, já que os alunos ficaram visivelmente entusiasmados, fizeram vários questionamentos e se mostraram muito interessados. Além disso, Laud e Alfred cumpriram um objetivo planejado que era, justamente, questionar um pouco sobre a visão preconceituosa que muitos ainda podem ter com relação ao continente africano, mostrando a sua verdadeira história”, analisa Kelly.
A apresentação dos intercambistas marcou o encerramento do projeto “Raízes do Brasil”, que teve como objetivo principal mostrar duas das principais bases da formação cultural e histórica dos brasileiros: os imigrantes europeus e os africanos. A professora destaca que, em momento oportuno, os indígenas também serão estudados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *