Pedágio solidário da turma 3BE acontece no próximo sábado, dia 14

Em campanha para doação de sangue, a turma envolveu cerca de 40 pessoas

Em campanha para doação de sangue, a turma envolveu cerca de 40 pessoas – Crédito da foto: turma 3BE

A conscientização da sociedade para a importância da doação de órgãos promete parar a cidade de Erechim no próximo sábado, dia 14 de outubro. A partir das 9 horas, os estudantes da turma 3BE do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB) estarão no semáforo em frente à loja Renner, distribuindo materiais e arrecadando contribuições financeiras que serão repassadas ao Banco de Sangue.
Esta é mais uma atividade promovida pela turma, como continuidade ao projeto “Barão Social” criado pela escola para fomentar nos alunos do 8º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio o espírito empreendedor em ações que possam contribuir para a construção de um mundo melhor. Em setembro, a turma 3BE mobilizou cerca de 40 pessoas para a doação de sangue. As bolsas arrecadadas durante a ação foram revertidas ao estoque da entidade e também a paciente do Hospital Santa Terezinha, dona Graciema Tonin, que necessitou de transfusão e precisava fazer a devolução ao Banco de Sangue. “Ficamos impressionados com o envolvimento e a disponibilidade das pessoas que participaram da ação. O reconhecimento que as doações proporcionaram também foi algo muito gratificante para a turma”, destaca a estudante Júlia Brondani Tomazin.
No Banco de Sangue, os estudantes também conheceram os desafios enfrentados pela entidade e a importância que as doações financeiras também têm para a manutenção das atividades, “por isso decidimos envolver o Banco de Sangue na ação que planejamos para a conscientização sobre a doação de órgãos. Sabemos que o que estamos fazendo poderia ser feito por qualquer pessoa, porque são ações simples, mas que fazem muita diferença quando executadas”, enfatiza o estudante Fernando Augusto Oliviecki.
Além de gratificantes, os alunos garantem que as ações desenvolvidas em prol da comunidade também ajudam a turma a se aproximar ainda mais e a interagir com profissionais de diversas áreas, o que contribui para as decisões em relação as escolhas de seus próprios cursos. “Comecei a estudar no Barão no ano passado e foi uma surpresa muito agradável encontrar também na escola uma família”, finaliza Júlia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *