Workshop na FAE orienta para a destinação do Imposto de Renda a entidades beneficentes

Workshop IRPF e IRPJ (1)Esclarecer e orientar acadêmicos e profissionais vinculados à área da Contabilidade sobre os procedimentos para destinar os valores do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF) e Jurídicas (IRPJ) em investimentos sociais, permanecendo no município. Este foi o contexto de discussão do workshop “Responsabilidade social dos contadores: destinação de IRPF e IRPJ”, realizado na Faculdade Anglicana de Erechim, na noite de terça-feira (21). O encontro, promovido pela FAE em parceria com o CRC/RS e Receita Federal, contou com as palestras do auditor da Receita Federal de Passo Fundo, Marlon Batista Moraes, e da contadora e coordenadora da Comissão de Estudos de Responsabilidade Social do CRC/RS, Silvia Grewe.

Em suas falas, os palestrantes explicaram a importância e os procedimentos para destinação do IRPF e IRPJ às entidades beneficentes. Segundo dados oficiais apresentados pelo auditor da Receita Federal só no ano passado o potencial de destinações em Erechim chegou a quase R$ 3 milhões, poderia ter sido destinado a entidades beneficentes do município, conforme prevê a legislação, mas foi remetido ao Governo.

Marlon é auditor da Receita Federal de Passo Fundo

Marlon é auditor da Receita Federal de Passo Fundo

Silvia também é coordenadora do Programa de Voluntariado da Classe Contábil do RS e integrante do Conselho Superior do Observatório Social do Brasil

Silvia também é coordenadora do Programa de Voluntariado da Classe Contábil do RS e integrante do Conselho Superior do Observatório Social do Brasil

“Falta conscientização, conhecimento e iniciativa. Este evento foi o primeiro passo para uma importante caminhada a fim de contribuir com as entidades beneficentes de Erechim, como coordenadora do evento e entusiasta do assunto, acredito que vamos colher bons frutos, pois além do workshop realizado, também participamos de duas reuniões com os representantes das secretarias municipais da Fazenda e Cidadania de Erechim a fim de estabelecermos parcerias, ampliando os recursos para projetos sociais, sem onerar os contribuintes. Estamos cumprindo nosso papel de responsabilidade social, fazendo a nossa parte para um mundo melhor”, enfatiza a professora Juciléia Giacomin.

Após as duas palestras, realizou-se um momento de debate entre o público e os palestrantes. Na quarta-feira (22), os organizadores do evento realizaram a entrega dos alimentos não perecíveis, arrecadados como forma de ingresso, à Obra Santa Marta, entidade que esteve presente no evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *