9º ano do Barão lança foguetes no campo do Demoliner

Os sites de Astronomia e Astrofísica se transformaram em uma das principais referências do grupo de Gabrielle Niec, Isadora Tres, Larissa Bagatini e Letícia Savinski para criar “Cleiton, o foguete”. As alunas do 9º ano do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB) aliaram os conceitos da disciplina de Física, ministrada pela professora Cláudia Seibt, às próprias pesquisas e testes para fazer o foguete voar longe, na tarde desta quarta-feira (4). “Nossas maiores dificuldades foram para construir a base e acertar na quantidade de água”, relatam as estudantes, que adicionaram até um balão ao experimento, garantindo um melhor direcionamento ao experimento.

Após o estudo da Lei da Ação e Reação, terceira Lei de Newton, os estudantes formaram grupos e construíram os foguetes, que tiveram a água e a pressão do ar como combustível, “a pressão do ar empurra o chão e o chão empurra o foguete. No caso dos foguetes espaciais, o princípio é o mesmo, a diferença é que há o processo de queima de combustível”, explica a professora Cláudia.

A escolha dos materiais e do nome de cada foguete também foram provas da criatividade da turma: não faltou referência a Nasa e até mesmo a relação com a velocidade, representada pela figura dos motoboys. O lançamento dos foguetes foi realizado na tarde desta quarta-feira (4), no campo de futebol do Bairro Demoliner.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *