Intercambista de Gana interage com acadêmicos de Análise de Sistemas e Eletrônica Industrial

Acadêmicos do primeiro semestre dos cursos de Eletrônica Industrial e Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade Anglicana de Erechim (FAE) vivenciaram uma rica experiência cultural na noite da última quarta-feira (9). Na disciplina de Metodologia Aplicada, ministrada pela professora Aline Vogt Ongaratto, os estudantes receberam o intercambista de Gana Laud Augustus Nii Addo Mingle.

Laud chegou ao Brasil em 2015, junto com quatro outros intercambistas para estudar e trabalhar na FAE. Ao longo deste período, o intercambista aprendeu muito mais do que a Língua Portuguesa e também ensinou que a alegria com que seu povo leva a vida não pode ser explicada. No encontro, o intercambista abordou aspectos geográficos, históricos, linguísticos, culturais e respondeu aos questionamentos dos estudantes.

“Foi uma interação muito proveitosa, aprendi muito sobre uma nova cultura de maneira descontraída e pude analisar a grande diferença em relação ao povo brasileiro, fiquei fascinado e ainda mais curioso pra conhecer o continente africano e essa diversidade imensa que existe, gostaria que mais pessoas pudessem ter esta experiência para esclarecer principalmente o pensamento que a grande maioria tem, de associar o continente africano apenas com coisas ruins como a pobreza e a fome, não sabendo realmente o que se passa e desconhecendo a cultura e a filosofia de vida do povo de lá”, destaca o acadêmico Cristian Mateus Bertuol.

Além de curiosidades, a fala de Laud também contou com o compartilhamento de reflexões que o intercambistas vem fazendo, desde que chegou ao Brasil, “somos um povo que não tem medo de aprender e viver experiências novas, esse é um dos motivos que nos faz, por exemplo, falar várias línguas”, disse. “O continente africano é como qualquer outro continente: tem ricos e pobres, mas a impressão que tenho é que, no Brasil, a mídia explora a questão da pobreza na África porque o povo brasileiro se comove com facilidade e essa ideia vende”, analisou ainda.

Desde 2016, a interação com os intercambistas de Gana acontece todos os anos com as turmas de primeiro semestre, a convite da coordenação do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *