Estudantes do Barão cativam e são cativados pelo clássico “O Pequeno Príncipe”

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. A frase, dita pela raposa ao Pequeno Príncipe é apenas um dos trechos da história que também já cativou os estudantes da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB). As lições do clássico de Antoine de Saint-Exupéry estão sendo trabalhadas de várias formas com as turmas da escola: sacolas de leitura itinerantes, criação de textos, desenhos e até mesmo a reprodução do clássico em quebra cabeça gigante. A turma do 4º ano, por exemplo, refletiu sobre o que é felicidade e a resposta é dada com facilidade pelas estudantes Emily Machado de Oliveira e Lara Ana Três, “felicidade é família e também deixar os outros felizes”.

Na ação mais recente, realizada na tarde desta segunda-feira (18), as turmas do 1º ano, acompanhadas pelas professoras Clair Artifon Dallagnol e Tarcila Menegatt, distribuíram abraços nos setores administrativos do Barão, colocando em prática uma das lições da obra: os abraços podem ser dados a todo instante, mas precisam ser agradáveis. A ação faz referência ao abraço que o Pequeno Príncipe recebe da jiboia, apertado demais, já que a cobra mascara o interesse de devorar o curioso menino de cabelos dourados.

As turmas do Maternal e Educação Infantil conheceram a história no dia 7 de março. “Essa atividade deu início ao projeto do mês, intitulado ‘cativando o pequeno príncipe na escola’. O projeto abordará temáticas como o eu, a relação com o outro e a diversidade”, destaca a professora Francieli Iager. Cativar, tendo a história do Pequeno Príncipe como ponto de partida, é um dos projetos anuais da escola, “criar laços com as crianças e as famílias é o que dá sentido à escola”, justifica a coordenadora da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Barão, Gisele Nickel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *