Instituto Anglicano Barão do Rio Branco

Instituto Anglicano Barão Do Rio Branco

Faculdade Anglicana de Erechim

Faculdade Anglicana de Erechim

  • Portais
  • Ensino
  • Pesquisa e Extensão
  • Biblioteca
  • Instituição
  • Portais

  • [su_spoiler title="A PROTEÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS SOCIAIS NO SISTEMA INTERAMERICANO DE DIREITOS HUMANOS" style="fancy" icon="chevron-circle"]

    Rodrigo Espiúca dos Anjos Siqueira e Rosane Todescatt Nottar

    Este artigo aborda o rol de direitos assegurados pelo sistema Interamericano de Direitos Humanos, dentre eles, os direitos protegidos pela Convenção Americana de Direitos Humanos. No decorrer do estudo apresenta-se o posicionamento de alguns autores em relação a estes direitos conferidos em acordos e tratados internacionais, bem como a falta de proteção desses direitos pelo Estado. Com base no princípio da dignidade da pessoa humana, analisa a prática da proteção indireta dos direitos humanos fundamentais sociais através da análise de caso concreto julgado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos a respeito de redução no valor de pensão devido a cidadãos peruanos. Este estudo indica ainda os caminhos práticos para a interposição de petição perante o Sistema Interamericano de Direitos Humanos.

    Artigo Rodrigo Espiúca dos Anjos Siqueira e Rosane Todescatt Nottar[/su_spoiler]

    [su_spoiler title="TECNOLOGIA E MUSICALIDADE NA APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA" style="fancy" icon="chevron-circle"]

    Cláudia Soares

    Este artigo tem como objetivo apresentar algumas abordagens didático-pedagógicas na utilização da música no ensino a língua estrangeira, ressaltando o papel da mesma na vida das pessoas e, em especial, em sua educação. O estudo foi desenvolvido com embasamentos teóricos sobre a importância do uso das tecnologias juntamente com a música, como uma estratégia de aprendizagem da língua inglesa e da produção de vídeos musicais, de modo a estimular o desenvolvimento da compreensão auditiva, da leitura e da expressão oral. O resultado do trabalho aponta para o fato de que a utilização da música como estratégia de aprendizagem de língua assume um papel de destaque, pois, a mesma está presente em vários momentos da vida do ser humano, daí a importância de estar inserida na educação, promovendo um maior entrosamento entre professor e estudante e propiciando um clima afetivo à aprendizagem.

    Artigo Cláudia Soares[/su_spoiler]

    [su_spoiler title="A GÊNESE DO CONCEITO DE ALIENAÇÃO" style="fancy" icon="chevron-circle"]

    Fabrício J. Brustolin

    O texto consiste em uma analise do conceito de alienação no interior do pensamento de Marx. No entanto, para demonstrar isto foi necessário buscar a origem do conceito de alienação. Quer dizer, ao mencionar o conceito de alienação, torna-se evidente e necessário tratar das bases epistemológicas de Marx, referindo-se, indubitavelmente, à filosofia de Hegel e de Feuerbach. Há uma preocupação em alinhavar a hipótese de que a compreensão do conceito de alienação em Marx pressupõe a análise conceitual de alguns aspectos de Hegel (essência e aparência) e Feuerbach (religião).

    Artigo Fabrício J. Brustolin[/su_spoiler]

    [su_spoiler title="EDUCAÇÃO, IDENTIDADE E MEMÓRIA: MANUAIS ESCOLARES COMO INSTRUMENTOS DE PROPAGANDA NA URSS" style="fancy" icon="chevron-circle"]

    Viktoria Mirotscnik e Thaís Janaina Wenczenovicz

    A propaganda soviética foi sistematizada para exercer uma influência sobre a consciência da população, que utilizou variáveis estratégicas e técnicas em diferentes áreas culturais, como a literatura, a música, o cinema, a arte, etc. Neste sistema, o ensino nomeadamente de História, que sempre foi usado como instrumento político, desempenhou uma função fundamental - servir como elo de continuidade entre várias gerações de cidadãos soviéticos, para que estas assimilassem as crenças, as convicções e as tradições histórico-culturais do seu país, vistas como altos valores nacionais. Nesse processo, o conhecimento autorizado oficialmente e socialmente válido, contido nos livros didácticos, desempenhou um papel decisivo.

    Artigo Viktoria Mirotscnik e Thaís Janaina Wenczenovicz[/su_spoiler]

    [su_spoiler title="CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES E TEMPO (TDABC): UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO EM CONGRESSOS NACIONAIS" style="fancy" icon="chevron-circle"]

    Edson Pedro Zambon e Lucas Seffrin Zorzo

    O objetivo deste artigo é analisar os estudos publicados sobre o tema Time-Driven Activity Based Costing (TDABC) nos anais das últimas dez edições do Congresso Brasileiro de Custos, Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, EnANPAD e Congresso da ANPCONT. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica com técnicas bibliométricas e abordagem quantitativa e qualitativa. Os dados foram coletados no primeiro semestre de 2013 englobando as edições de 2004 a 2012, sendo que 15 estudos atenderam as regras de seleção. Observa-se que a publicação inicial deu-se em2006 no EnANPAD com apenas um estudo. Após 2 anos o referido tema foi foco no Congresso Brasileiro de Custos (CBC). Estudos de casos são predominantemente utilizados como método de pesquisa. Entre os benefícios mais citados está a simplificação do modelo e a possibilidade de identificação da capacidade ociosa. A principal limitação do TDABC é a subjetividade nas estimativas de tempo.

    Artigo Edson Pedro Zambon e Lucas Seffrin Zorzo[/su_spoiler]

    [su_spoiler title="O VÍNCULO AFETIVO COMO ELEMENTO FACILITADOR DA CONSTRUÇÃO DA AUTOESTIMA E DA APRENDIZAGEM DO EDUCANDO" style="fancy" icon="chevron-circle"]

    Mônica Susane Lenz; Jarbas Dametto

    O presente artigo, ancorado em uma revisão bibliográfica temática, aborda a importância do vínculo afetivo na construção da autoestima e na facilitação da aprendizagem do educando. A autoestima é a capacidade que o ser humano tem de amar, compreender e aceitar a si mesmo, trata-se da forma como nos definimos, a qual desencadeará nossas motivações, atitudes e posturas. O artigo apresenta variadas concepções oriundas da psicologia do desenvolvimento, que enfatizam a necessidade da criança sentir-se amada, respeitada e valorizada em seus grupos de convivência, principalmente no meio familiar e escolar, dado que é em referência ao meio externo que a criança constrói as concepções sobre si mesma. Destaca-se a importância das influências positivas para a autoestima do educando, que tende a aprender e desenvolver suas potencialidades com maior facilidade, enquanto o aluno que recebe considerações negativas tende a ser mais rebelde e desinteressado com relação a sua aprendizagem.

    Artigo Mônica Susane Lenz; Jarbas Dametto[/su_spoiler]